facebook pixel
Sobre o The Print Circle
pelo amor à fotografia

Crie a sua coleção de fotografia de autor

O “The Print Circle” é um projeto que pretende enraizar o valor da fotografia impressa na comunidade de fotógrafos onde se insere. 

Num tempo onde são produzidas milhares de fotografias por dia e onde menos de 1% são materializadas em papel, é urgente criar uma consciência de valorização da impressão e da fotografia com objecto artístico.

Com este projecto pretende-se glorificar a fotografia através da sua materialização, dando corpo àquilo que a maior parte das vezes apenas existe no universo digital.

O “The Print Circle” tem como objetivos:

  • Fomentar o gosto pela fotografia impressa;
  • Criar uma coleção de fotografias de autor, entregue a cada fotógrafo através de impressões fine-art;
  • Dar a conhecer e criar uma comunidade de fotógrafos que valorizam impressões de qualidade e sentem a fotografia como um veículo de expressão artística;
  • Permitir a troca de experiências entre fotógrafos.

Como funciona?

  • Fotógrafos de qualquer nível e de qualquer género fotográfico são convidados a submeter as suas fotografias para o “The Print Circle“.
  • A equipa de curadoria do projeto revê todas as submissões de modo a garantir, na sua essência, que a fotografia dará uma boa impressão.
  • Se a fotografia for escolhida para fazer parte da Coleção de Impressões, o autor será contactado para concluir o processo de inclusão da sua fotografia no “The Print Circle“.
  • Após concluído este processo a fotografia ficará disponível na coleção e o autor terá a possibilidade de escolher uma impressão de entre as outras fotografias disponíveis na coleção.
  • Para além de receber uma impressão fine-art, que pode ser de edição limitada, na sua caixa de correio, a sua fotografia será publicada neste site e nas redes sociais do projeto.
  • As fotografias podem ser submetidas através do formulário existente aqui ou através da hashtag #myprintcircle no instagram.
  • A equipa de curadoria contem fotógrafos reconhecidos de diversas áreas da fotografia que trabalham em conjunto para garantir a qualidade da coleção. A decisão de admitir uma fotografia na coleção nunca é uma decisão individual.
  • Todas as submissões aceites terão de suportar a tarifa do “The Print Circle” que serve para cobrir os custos de impressão, embalagem e envio da impressão até ao seu destino. A tarifa atual é de €26.
  • As fotografias serão impressas no formato A4, utilizando processos de produção de impressões fine-art, de modo a garantir a qualidade e longevidade das impressões que deverão ser vistas como obras de arte. Saiba mais aqui.

Em resumo, passo a passo.

  1. O autor submete uma fotografia à coleção.
  2. A equipa de curadoria valida a submissão, garantido que cumpre as regras de admissão e que dará uma boa impressão.
  3. Se a submissão for aceite, o autor é contactado por email. para dar seguimento ao processo, enviar a imagem em alta-resolução e pagar a tarifa de impressão (€26).
  4. Por cada submissão aceite, o autor tem direito a escolher uma impressão de uma das fotografias disponíveis na coleção. Deve ter em conta que só pode escolher uma impressão de edição limitada se submeteu uma fotografia de edição limitada.
  5. A fotografia aceite passa a fazer parte da coleção.

A face por detrás do projeto

Luís Afonso nasceu em 1972 e reside atualmente em Oeiras. Comprou a sua primeira máquina fotográfica em janeiro de 1997, mas foi apenas em 2005 que começou a fotografar com mais intensidade. Faz parte do projeto Primeira Luz desde dezembro de 2010. Desde então, já liderou perto de uma centena de experiências fotográficas, entre cursos de edição, workshops de fotografia de rua e fotografia de natureza e passeios fotográficos um pouco por todo o país, incluindo ilhas. É presença assídua, como orador, nos principais festivais de fotografia de natureza em Portugal. Foi convidado, várias vezes, para ser júri nos mais prestigiados concursos de fotografia de natureza nacionais. Desde 2017 é o responsável pela programação do Festival de Fotografia de Paisagem de Manteigas – Imaginature.

A sua relação com a impressão em casa começa em 2004, quando adquire uma Epson R800. Desde então, já imprimiu centenas de fotografias, para si e para clientes e amigos. Através da utilização de várias impressoras da marca nipónica, tem vindo a desenvolver a sua competência como impressor e a sua paixão pela fotografia em papel. Acredita que não há nada de mais gratificante do que ver uma fotografia nossa emergir do tabuleiro da impressora. É a manifestação física da nossa criatividade, do trabalho que colocamos na captação e produção de uma determinada fotografia.

O The Print Circle representa uma ideia que teve depois de ter participado em vários grupos de troca de impressões no início do séc. XXI, quando a fotografia em papel ainda fazia parte do léxico de todos os fotógrafos. Com este projecto espera recuperar esse gosto e esses círculos de troca entre amigos. 

Quer saber o que andamos a fazer?

Subscreva a nossa newsletter

    Voltar ao topo