facebook pixel
Perguntas Frequentes

Submissão de Fotografias

É aceite qualquer tipo de fotografia, de qualquer género, registada com qualquer câmara. Submeta apenas as suas “melhores” imagens, sendo que uma imagem boa é algo difícil de decifrar. Nós gostamos da definição da Jane Evelyn Atwood: “Uma boa fotografia é aquela que interpela. Que diz muito mais do que a página onde está impressa. Que te faz ir mais além. Que habita em ti e te fica na cabeça.”

Não são aceites imagens com conotação racista, xenófoba, pornográfico-ilegal, apologista de terrorismo ou contra os direitos humanos. O coletivo de curadores decidirá se a imagem se encontra nestes padrões e se assim for desqualificará a imagem.

Pode submeter utilizando esta página ou usando a hashtag do instagram #myprintcircle. Se tiver dificuldades, pode ainda submeter por email para o endereço submit@printcircle.pt.

Pode submeter quantas fotografias quiser. No entanto, é preciso ter em conta que um autor apenas pode ter 3 fotografias no estado “disponível”. Se a fotografia pertencer a uma edição limitada, assim que esgotar a sua tiragem, o autor terá de novo a oportunidade de ter outra imagem disponível para impressão na coleção, sempre no máximo de 3. As fotografias de edição aberta só serão renovadas por tempo – ou a pedido do autor – e não por esgotarem a sua tiragem. Para efeitos de renovação da coleção, cada fotografia apenas poderá estar na coleção, como disponível, durante o período máximo de 1 ano.

Para submeter, deve garantir que a imagem tem exatamente 1200px no lado maior, foi gravada como JPG, no espaço de cor sRGB. As imagens submetidas através da hashtag do instagram deverão observar este tamanho como sendo o mínimo. É ainda preciso ter em atenção que se a sua fotografia entrar na coleção terá de disponibilizar a mesma imagem com 3200px no lado maior. Por essa razão, se a sua imagem não tiver, originalmente, esta dimensão, não a deve submeter.

As fotografias não têm de ser inéditas (ou seja, nunca antes terem sido publicadas).

Não. O autor, no momento da submissão, escolhe se está a submeter uma fotografia de “edição limitada” ou não. Se não escolher essa opção, a fotografia será disponibilizada numa série aberta, disponível dentro e fora do The Print Circle.

Significa que o seu autor assina um compromisso de honra garantindo que as únicas impressões que serão feitas da sua fotografia são as indicadas na sua tiragem, sendo que 10 delas ficam automaticamente cativas (no caso de uma tiragem superior a 10), só podendo ser realizadas ao abrigo do projeto The Print Circle

Se a tiragem for superior a 10, o autor está autorizado a imprimir a fotografia por conta própria, sempre numerando e identificando a mesma como limitada. O formato dessa impressão pode ser a que o autor quiser, não tendo de ser a mesma do que no The Print Circle.

Todas as outras utilizações que não sejam susceptíveis de impressão fine-art estão autorizadas.

Dentro do projeto, apenas será realizado o número de impressões indicadas na série/tiragem da fotografia, até um máximo de 10.

Uma edição limitada tem um valor inequivocamente maior do que uma impressão em edição aberta. O autor, ao apenas permitir a impressão de um número reduzido de cópias, está a limitar a sua circulação e, dessa forma, a torná-la mais exclusiva. Para além deste valor intrínseco, no The Print Circle apenas os autores que submetem edições limitadas podem escolher impressões de edição limitada, na exata proporção das suas submissões. A juntar a isto, as impressões de edição limitada são acompanhadas por um certificado de autenticidade (digital) assinado pelo autor e pelo impressor, ao passo que as edições abertas não têm a assinatura do autor.

Numa primeira fase do projeto, ganha a possibilidade de construir uma coleção de impressões fine-art de fotografia de autor e de contribuir para a criação de uma coleção alargada de fotografia de autor de vários fotógrafos. As suas fotografias farão parte da coleção de outros fotógrafos e serão divulgadas nas redes sociais do projeto. Ao fazer parte de uma comunidade que olha para a fotografia como um meio artístico, certamente haverão ocasiões de crescer em conjunto. Novas ideias surgirão certamente ao longo do tempo, nomeadamente a realização de exposições, edição de livros, entre outras.

Sim, se a sua submissão for bem sucedida receberá uma mensagem para completar a submissão que envolve o pagamento da tarifa do serviço e o envio da imagem em formato de impressão. Após isso poderá escolher, das imagens disponíveis na coleção, a impressão que mais gostar.

Deve ter em conta que só pode escolher uma fotografia de edição limitada se submeteu uma fotografia de edição limitada (podendo, igualmente, escolher uma de edição aberta). Se submeteu uma fotografia de edição aberta apenas pode escolher uma fotografia de edição aberta.

As fotografias aceites na coleção vão ser usadas apenas dentro do projecto The Print Circle para constarem da secção da coleção no site e para serem usadas nas redes sociais do projeto. Outras utilizações dentro do projeto serão comunicadas de antemão e uma autorização escrita do autor terá de ser assinada. As fotografias não aceites na coleção serão apagadas e não serão alvo de qualquer utilização. Qualquer utilização da fotografia carece sempre da menção,  de forma clara, do seu autor, entre outros dados da fotografia.

Seleção das fotografias para a coleção

Não. Todas as submissões são alvo de uma avaliação por parte do coletivo de curadores que têm como missão garantir a qualidade da coleção.

O coletivo de curadores é constituído por vários fotógrafos (sempre mais de 3) de várias áreas da fotografia, com vários anos de experiência e que estão habituados a lidar com imagem impressa. Numa primeira fase este coletivo é anónimo.

Se a sua fotografia não for aceite não desespere e prepare uma nova candidatura. De qualquer forma, o coletivo de curadores apresentará sempre uma justificativa escrita para todas as submissões feitas via site. As candidaturas realizadas através da hashtag do instagram serão consideradas mas não terão resposta em caso de não serem contempladas para a coleção.

Se a sua fotografia for aceite, a equipa do The Print Circle entrará em contacto consigo para que possa pagar a tarifa do serviço, enviar a versão da imagem para impressão e para escolher a impressão que vai querer em troca da sua. As imagens para impressão deverão ter uma resolução mínima de 3200px no lado maior.

É uma boa questão. Foi uma decisão tomada pelos responsáveis do projeto para garantir a qualidade da coleção. Como é óbvio, se não gosta que as suas imagens sejam avaliadas por terceiros tem uma boa razão para não participar neste projeto. Mas acreditamos que esta avaliação tem pontos a seu favor que irão garantir, não uma uniformização da coleção, mas sim uma mais valia para quem dela quer fazer parte.

Basicamente, critérios subjectivos obtidos após vários anos a consumir boa fotografia, dos mais variados géneros. O coletivo de curadores vai perceber se a fotografia está bem executada tecnicamente, ainda que isso não signifique que ela tenha de estar nítida ou bem exposta. Significa apenas que o fotógrafo tem de saber o que está a fazer com a sua câmara. Mas acima de tudo, o coletivo de curadores vai avaliar a capacidade emotiva da fotografia, a sua habilidade de nos tocar e a forma como resulta (ou não) numa impressão. Nem todas as fotografias dão boas impressões e por essa razão todas as imagens serão avaliadas em papel. Mas se está confiante com a sua fotografia é meio caminho andado para que os curadores também o estejam.

A coleção de fotografias de autor

As fotografias estarão disponíveis neste site, na secção “Coleção de Impressões”. Algumas ou todas as fotografias da coleção podem também estar visíveis nas redes sociais do projeto.

Para conseguir uma fotografia da coleção terá de ter uma fotografia sua aceite na coleção. O The Print Circle procura promover a troca de impressões, algo que já tem alguma história no mundo da fotografia e que permite que cada apaixonado pelo meio crie a sua própria coleção de fotografias de autor de modo simples, rápido e com custos muito controlados, visto que no projeto todas as impressões são gratuitas (para além da tarifa que serve para suportar os custos de impressão, embalagem e envio das impressões).

Entre em contacto connosco e faremos a ponte com o autor para saber o preço de venda. A impressão ser-lhe-á enviada a partir do The Print Circle com a mesma qualidade e características das impressões disponíveis para os nossos autores. Para outros tamanhos e/ou outras fotografias, sugerimos o contacto direto com os autores. Entre na fotografia do autor na coleção e clique sobre o seu nome para ser levado para o seu site.

Nem todas. O autor escolhe, no momento da submissão, se a fotografia faz parte de uma edição limitada ou não. As impressões limitadas serão igualmente numeradas e acompanhadas por um certificado de autenticidade assinado pelo autor.

Não. Isso envolveria uma logística difícil de implementar.

Sim, todas as impressões serão acompanhadas de um certificado de autenticidade em formato digital. Os certificados correspondentes a imagens de edição limitadas serão assinado pelo impressor e pelo autor. As de edição aberta apenas são assinadas pelo impressor.

Impressão das fotografias

Claro que sim. Será a equipa do The Print Circle a tratar da impressão de todas as fotografias. Isso garante um processo comum e uma qualidade constante em todas as impressões de todos os autores.

As impressões serão realizadas pela equipa do projeto, em impressoras que usam tintas pigmentadas e papel de arquivo. O responsável pela impressão é o fotógrafo Luís Afonso, embaixador Epson e que conta com mais de uma década de experiência em impressão fine-art.

As fotografias são impressas utilizando equipamentos Epson da gama SureColor, dotados da nova cabeça de impressão F10 de 10 cores, oferecendo assim a máxima qualidade. São usadas tintas originais UltraChrome Pro 10, tintas pigmentadas de elevadíssima qualidade e longevidade, sobretudo quando colocadas em papéis de equivalente nível de excelência. O maior cuidado é colocado no manuseamento do papel e da impressão. Todas as imagens são impressas com uma margem de 13,5mm (horizontal) e 15mm (vertical), para um melhor manuseamento da impressão.

Em 1991, o americano Jack Duganne (do laboratório Nash Editions) cunhou o termo “Giclée”, designando o primeiro processo de impressão digital “jato de tinta” dedicado à reprodução e edição de obras de arte. Giclée (diz-se “jiclê”) deriva do verbo francês “gicler” e pode ser traduzido como “esguicho”. Em termos de impressão, é utilizado para descrever uma impressão digital que combina tintas à base de pigmentos minerais com papel de arquivo com elevada longevidade. O objectivo final é sempre a obtenção de reproduções de elevada qualidade, com elevada resistência à luz e boa estabilidade química. Para conseguir tudo isto é fundamental que o papel seja produzido com materiais que não se alterem ao longo do tempo.

Em português, o termo correto será “Impressão com Tinta Pigmentada em Papel de Arquivo”. Mas isto não fica no ouvido de ninguém e por isso continuamos a chamar-lhes giclée ou fine-art prints, talvez o mais incorreto nome de todos, mas o mais difundido.

A permanência da imagem é uma preocupação de artistas e colecionadores e, claro está, do projeto The Print Circle. As estimativas de envelhecimento – baseadas em simulações de laboratório – apontam para uma resistência ao desvanecimento e mudança de cor de até 200 anos em condições ideais, 60 em exposição.

Atualmente é usada uma Epson SureColor P900 com tintas originais Epson UltraChrome Pro 10.

Estão disponíveis três tipos de papel, todos da marca Hahnemühle. Pode ficar a conhecê-los aqui. Dependendo da imagem a imprimir, será proposto o mais indicado ao autor da fotografia. Na coleção cada fotografia terá sempre associado o papel em que será impresso.

Sim. A Hahnemühle, que fornece todo o papel para o The Print Circle, é uma referência na produção de papel de forma sustentável e em equilíbrio com a natureza.  Se isso não bastasse, os nossos autores têm ainda à sua disposição o papel Bamboo da linha natural da  marca alemã, produzido com materiais mais ecológicos e usando menos recursos naturais. Sem nunca comprometer a qualidade, claro está! Saiba mais aqui.

As fotografias são impressas em papel A4. Uma imagem 3:2 terá o formato 270x180mm e margens de 13,5 e 15mm (na horizontal e na vertical, respectivamente). As imagens noutros formatos que não 3:2 serão impressas com uma margem de, no mínimo, 15mm. Nas informações da imagem na coleção estas informações estarão presentes.

Se quiser ver como a sua fotografia vai ser impressa – e que vai ser entregue aos outros elementos da comunidade que a escolherem – pode indicar essa intenção e uma impressão da sua fotografia (uma cópia de autor que não conta para a tiragem) será incluída no pacote da fotografia da coleção que escolheu receber. Desta forma tem a certeza de como as outras pessoas vão olhar para a sua fotografia. Esta opção tem um custo adicional que terá de suportar.

Embora não seja esse o principal desígnio do projeto, é dada a possibilidade aos autores, com fotografias admitidas na coleção, que pretendam oferecer a sua fotografia, que o possam fazer através do The Print Circle, valorizando dessa forma a impressão que está a oferecer. Para isso deve suportar a tarifa do serviço indicada abaixo e escolher a sua própria imagem (bem como a morada de envio). Se a fotografia for de edição limitada, será descontada uma das numerações disponíveis no The Print Circle.

Não. O The Print Circle é uma comunidade de fotógrafos apaixonados pela fotografia em papel, materializada numa plataforma de troca de impressões fine-art. Se pretender imprimir uma fotografia sua podemos sugerir-lhe um laboratório que sinta a fotografia como nós mesmos. Se pretender uma impressão de uma fotografia da coleção, contacte-nos, e faremos de tudo para que ela chegue a si.

Custo do serviço

O valor atual a pagar por todas as submissões bem sucedidas é €26. Se o autor quiser uma cópia da sua própria impressão o custo adicional é de 12€ (cópia de autor que não conta para as edições limitadas).

No início dos anos 2000, o mentor do projeto Luís Afonso participou pela primeira vez num grupo de troca de impressões. A ideia original destes grupos é que os fotógrafos troquem impressões entre si, suportando cada um os custos de impressão, preparação e envio das mesmas. Esta ideia original tem, no entanto, os seus calcanhares de Aquiles, pois não garante uma qualidade transversal a todo o processo, pois os autores investem de forma diferente naquilo que oferecem nesta troca. Com o The Print Circle, a impressão, preparação e envio é centralizada e, por essa razão, igual para todos. A qualidade é a mesma para qualquer autor e por isso pode garantir-se que todos recebem uma impressão com a mesma qualidade e dedicação. Ninguém gosta mais de imprimir e de fotografia do que a nossa equipa e por isso podemos garantir que não vai ficar defraudados com este serviço. Infelizmente, as tintas, os envios, as embalagens, têm custos que não podemos suportar sozinhos. Talvez um dia alguma marca se queira associar a esta causa. Até lá, criamos uma tarifa capaz de fazer face a estes custos e que, ainda assim, lhe permite ter acesso a fotografia de autor por um preço simbólico. A juntar a tudo isto, este projecto permite a quem não tem impressora em casa possa participar.

Sim. Se está a pagar a tarifa é porque a sua fotografia foi aceite na coleção e em troca terá a oportunidade de escolher uma fotografia de outro autor disponível na coleção. O envio para Portugal (continente e ilhas) está também incluído.

Não. Tudo isso é tratado pela equipa do The Print Circle. Apenas tem de pagar a tarifa por cada fotografia aceite na coleção.

Após a aceitação da sua fotografia na coleção receberá uma mensagem com toda a informação. Mas poderá pagar através de transferência bancária, MB WAY ou outros métodos que possam existir no momento.

Envio das impressões

A impressão é enviada até 15 dias úteis após a escolha da mesma.

A impressão é enviada via CTT em correio registado.

Deverá contactar a equipa através do email support@printcircle.pt.

As impressões são enviadas em embalagens planas de cartão reforçado, protegidas com folha livre de ácidos para que a possa guardar em segurança no seu arquivo.

Claro que sim. Após o envio ser-lhe-á enviado o número de seguimento dos CTT.

Neste momento a tarifa inclui portes para Portugal (continente e ilhas). Para envios fora de Portugal deve contactar-nos antes da submissão, para lhe informarmos do custo adicional.

Se tiver uma questão que não está aqui respondia, por favor entre em contacto aqui.

Quer fazer parte ? Submeta a sua fotografia!

Voltar ao topo